Jornal Médico

PesquisarSubscrever NewsletterFacebookTwitter

Agenda de Eventos

sexta, 14 setembro 2018 14:13

ERS 2018: GSK apresenta novos dados no tratamento da DPOC e da asma grave

A GlaxoSmithKline (GSK) vai marcar presença no congresso anual da European Respiratory Society (ERS), que decorre entre 15 e 19 de setembro, em Paris, com mais de 50 trabalhos científicos que englobam novos dados sobre o seu portfólio da área respiratória, nomeadamente no âmbito da abordagem e tratamento da asma, asma grave e doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC).

Os dados a apresentar incluem novas análises resultantes de estudos que espelham evidência do papel que diferentes tratamentos desempenham na otimização na gestão das doenças respiratórias, ao focarem-se na resposta às principais necessidades individuais do doente. Os resultados incidem sobre o efeito ao nível das exacerbações ou da progressão da doença, situações que afetam um número elevado das pessoas que sofrem de asma, asma grave e DPOC. Vai ser ainda apresentada evidência decorrente da avaliação de benefício dos tratamentos face a diferentes estádios de gravidade da doença e grupos etários diversificados.

Novas análises a dados provenientes do estudo de referência IMPACT vão permitir compreender, de forma clara, quais os grupos de doentes que mais poderão beneficiar de cada uma das combinações terapêuticas incluídas no estudo, fornecendo evidência adicional que esclarece qual o tratamento certo para o doente certo, esclarece a GSK.

O perfil de risco-benefício da utilização única diária de terapêutica tripla inalatória Trelegy Ellipta, combinação tripla de furoato de fluticasone/umeclidínio/vilanterol (FF/UMEC/VI), em doentes com DPOC com historial de exacerbações será apresentado por via de uma análise adicional (Abstract n.º: PA1991).

Uma comparação entre as duas terapêuticas duplas estudadas no IMPACT, Anoro Ellipta (UMEC/VI) e Relvar/Breo Ellipta (FF/VI), será apresentada pela primeira vez, disponibilizando evidência adicional quanto ao papel da dupla broncodilatação na gestão da sintomatologia do doente com DPOC (Abstracts n.º: PA4384 e PA4385).

No ERS 2018 será também dado destaque à crescente evidência do potencial papel do primeiro medicamento biológico anti-IL5 – Nucala (mepolizumab) – na redução das exacerbações em doentes de vários grupos etários e em estádios diferentes de severidade da asma eosinofílica severa (asma grave).

Novos resultados do estudo COSMEX incidem na segurança a longo prazo e na duração em doentes com asma grave potencialmente fatal/seriamente debilitante até um período de 4,5 anos (Abstract n.º: OA3566). Haverá ainda lugar à apresentação de dados de eficácia que comparam o efeito do tratamento investigacional em crianças com asma grave com os resultados em adolescentes e adultos (Abstract n.º: PA5447).

Será possível acompanhar o conjunto de simpósios dinamizados pela GSK no ESC 2018 via live streaming através do link: https://ers.conference2web.com/gsk/.

Subscrição da newsletter do Jornal Médico