Jornal Médico

PesquisarSubscrever NewsletterFacebookTwitter

Agenda de Eventos

quarta, 09 janeiro 2019 18:21

Madeira reforça plano de contingência devido ao aumento das infeções respiratórias

As autoridades de saúde da Madeira reforçaram, hoje, o Plano de Contingência para o Inverno, em resposta ao aumento das infeções respiratórias.

“A partir de amanhã [quinta-feira] temos uma consulta aberta das 14:00 às 20:00, que vai funcionar de segunda a sexta-feira, com uma equipa constituída por um médico, um enfermeiro e um assistente técnico, vocacionada sobretudo para os utentes que não possam ser atendidos pelo seu médico de família”, revela a diretora dos centros de saúde de Santo António e Nazaré, Ana Santos.

Em conferência de imprensa, Ana Santos salientou que não existem serviços públicos de urgência médica no Funchal, além do hospital central, pelo que as autoridades decidiram criar um serviço excecional nestas duas unidades, localizadas em áreas de grande densidade populacional.

Fora do Funchal, os utentes devem continuar a recorrer aos centros de saúde que dispõem de serviço de urgência.

O Plano de Contingência para o Inverno entrou em vigor em outubro de 2018 e prolonga-se até março de 2019, sendo que as autoridades decidiram reforçá-lo devido às baixas temperaturas, assim como face ao aumento das infeções respiratórias e consequente congestionamento dos serviços de urgência no hospital central.

Até agora não há registo de nenhum internamento por diagnóstico de gripe nas unidades públicas de saúde da região autónoma.

Subscrição da newsletter do Jornal Médico